sábado, 9 de março de 2013

Raindrops

Tell me about the rain
brought by the spring birds

Let me feel its song
shall it open my soul to life

Remember
raindrops are lost poems
looking for a heart
to stay in

Infância

Os sonhos que teço são o lençol
que me cobre quando te dou
o canto das aves

Pele de pele sonho de sonho
anseio que se evade do corpo
e sublima a alma

Boca e olhos
pomos frutados
de um halo de luz

Voz e palavras
eras suspensas
de jardins místicos

Espaços intemporais
de crianças descalças
correndo na relva

sexta-feira, 8 de março de 2013

Os beijos de boa noite
apodreceram
e caíram no chão

Voltaram ao nada
de onde vieram
e corporizaram-se
na decadência
universal

Eram tantos e suculentos
como as maçãs
do pecado original

Permaneceram
na espera vã,
meu amor,
entregues ao vazio
do não querer

Vive deles a memória
da viagem que não foi