terça-feira, 29 de junho de 2010

"Os anos ensinam muitas coisas que os dias desconhecem." (autor desconhecido, citado por José Saramago)

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Despedida (a José Saramago)

As últimas flores da Primavera atapetaram a ponte que atravessaste. As aves celebraram o teu regresso e as árvores estenderam os ramos para te receberem. Voltaste à Terra, à origem que cantaste e sempre foi parte do teu presente. Digno, sereno, confiante na Imortalidade como em todos os dias da tua viagem. Deste voz aos pequenos, à Terra cansada e oprimida revoltada com uma História de páginas mal contadas. Trouxeste-nos alimento - as palavras de Esperança - deste-nos ânimo e brandiste a tua pena pela justiça, sem perderes o olhar de menino. Vai agora e descansa, Guerreiro das palavras que não tínhamos coragem de dizer.